Na Web

Gaspar Macedo volta a agitar as redes sociais com post arrasador contra António Costa

Gostava de pedir desculpas por António Costa.

Caríssimo português que está a ler esta mensagem, gostava de pedir desculpa pelo primeiro ministro.

António Costa afirmou que foi a “antipatia das cativações” que permitiram a compra no valor de 5,5 milhões de euros de seis telas de Maria Helena Vieira da Silva, pelo Estado português.

Há falta de meios nas urgências dos hospitais públicos? Pedimos desculpa, mas é de maior urgência gastar 5,5 milhões de euros em 6 pinturas.
Há escolas com falta de limpeza e de recursos humanos? Peço imensa desculpa, mas meia dúzia de quadros estão acima do ensino público.
Ha falta de meios no exército? Lamento imenso aos quatro chefes do do Estado maior, mas terão de se safar com o que têm porque é mais importante umas telas com tinta do que a manutenção da defesa.

Eu não tenho nada contra a cultura, mas se o país não tiver prioridades bem podemos ter a certeza que nunca mais vamos sair deste ciclo recessivo.

Justificam um gasto absurdo como este, numa altura ainda bastante delicada a nível social, como um “reforço de cidadania”.
Eu digo, sem medo, que é treta porque se realmente quisessem reforçar a cidadania paravam de desinvestir no povo português. Se é a “valorização do património cultural nacional” que este governo procura, então que pare de cativar verbas na educação das futuras gerações, aqueles que restarão para dar vida á cultura portuguesa.
Enquanto houver portugueses a esperar horas, dias, semanas e até meses para ter uma consulta no SNS, o Estado português não tem o direito de gastar o dinheiro dos contribuintes em pinturas.

Um país que desinveste no seu povo não tem cultura.
Este governo faz jus ao historial do partido que o constitui. Arruinam o Estado Social, gastam no supérfluo e depois acabam por culpar os outros. Sei que vou ser atacado, mas a verdade está aqui.

Tenho dito.

Publicado a 04/02/2018 nas redes sociais

Comentários
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Os Mais Vistos do mês

To Top