António Costa diz que não há negociação sobre a carreira dos professores, enquanto houver intransigência por parte dos sindicatos. O primeiro-ministro sublinhou que contabilizar a totalidade dos anos da carreira dos docentes custaria 600 milhões de euros. No debate quinzenal, esta terça-feira, a questão foi levantada por todos os partidos.

Fonte: Sic Noticias

Comentários