Deputados pedem divulgação de bens e dinheiro doado para as vítimas dos fogos.

Três deputados do PSD eleitos por Leiria querem saber a lista e o destino de donativos oferecidos às câmaras municipais afectadas pelos incêndios de 2017. “Achamos que é de interesse público e dos próprios autarcas, por uma questão de transparência, tornarem públicos todos os donativos”, afirmou ao PÚBLICO Teresa Morais, uma das subscritoras do requerimento parlamentar.

No texto enviado às câmaras municipais de Pedrógão Grande, Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pêra, os deputados querem saber se os municípios receberam donativos em dinheiro, depósitos ou bens, quais os montantes exactos e qual o seu destino. “Se as câmaras receberam esses donativos porque é que não os divulgaram?”, questiona a deputada, pedindo que os dados sejam fornecidos de forma desagregada.

O requerimento refere que há “rumores e notícias” que circulam há largos meses sobre os “alegados donativos” para as vítimas dos incêndios do ano passado e que importa esclarecer o destino que lhes foi dado. Por isso, os deputados consideram que é necessário que os autarcas esclareçam o que aconteceu às verbas ou bens referidos. Em causa estarão não só doações de dinheiro e bens por parte de particulares como também de associações e de outras instituições que pretendiam acudir às vítimas dos fogos.

Os incêndios de Junho de 2017 provocaram a morte a 66 pessoas e feriram mais de 250, deixando ainda dezenas de pessoas sem casa.

Comentários